Quando Devo Ir Ao Pronto-Socorro?

Voltar ao blog

O ambiente hospitalar por si só já é insalubre. Não é atoa que têm rígidos protocolos de limpeza e acesso. Não é permitido entrada de crianças que estejam em tratamento, acompanhantes são permitidos apenas um por pessoa doente, entre outras regras, que já estamos cansados de saber. No entanto, nem nos damos conta do risco que estamos correndo ao sair em debandada para um pronto socorro ao menor sinal de desconforto com a saúde. 

Leia Também:
O que é telemedicina
Dia Nacional da Imunização

Claro que não se pode negligenciar dores intensas, febre alta, picadas de insetos peçonhentos, dificuldades em respirar, palpitações e traumas. Todos esses “sintomas” estão na lista de alerta. Fora dessas situações, a orientação é evitar a ida ao pronto-socorro. Isso porque é um ambiente que reúne um grande número de pessoas com problemas de saúde, e a pessoa fica exposta a um risco maior de contrair uma doença infectocontagiosa, como o coronavírus. 

Outro fator muito importante é que pessoas que não estão em estado grave acabam aumentando o tempo de espera de pacientes que necessitam de atendimento emergencial.  

Para tentar minimizar os impactos desse fluxo de pessoas que não deveriam estar no pronto-socorro é que foram criados alguns sistemas de triagem. Já na chegada ao pronto-socorro, o paciente é entrevistado por um enfermeiro treinado que segue protocolo internacional de classificação de risco e de tempo máximo previsto de espera.  

Ele identifica a urgência do caso e determina o tempo de espera dele com pulseiras coloridas. 

Vermelha – para pacientes que requerem rápida intervenção

Amarela – para pacientes em casos de urgência

Verde – para pacientes em casos de semi urgência

Branca – para pacientes sem urgência.

De acordo com dados levantados pela própria LigDoctor, 85% das pessoas que vão ao pronto socorro não precisavam estar lá, bastava uma orientação médica ou uma tele-consulta, para que a viagem ou a exposição ao ambiente hospitalar pudesse ser evitada. 

Tags: atendimento médico, consulta médica remota, medicina a distância, medicina por videoconferência, médicos 24 horas, médicos online, práticas médicas à distância, pronto socorro, tele interconsulta, telemedicina, telemedicina whatsapp, telemonitoramento, teleorientação